The Mars Volta – Octahedron

1. “Since We’ve Been Wrong” 7:22
2. “Teflon” 5:06
3. “Halo of Nembutals” 5:32
4. “With Twilight as My Guide” 7:54
5. “Cotopaxi” 3:40
6. “Desperate Graves” 4:58
7. “Copernicus” 7:24
8. “Luciforms” 8:22

No intuito de produzir um álbum tipicamente acústico, o vocalista Cedric Bixler-Zavala e o guitarrista Omar Rodríguez-López começaram a montar o esqueleto de seu quinto álbum de estúdio, “Octahedron”, concomitantemente ao aclamado trabalho anterior, “The Bedlam in Goliath”. Segundo o próprio vocalista, a vontade era “fazer o oposto de todas as gravações anteriores”, pois o The Mars Volta “sempre quis ter um álbum pop na carreira”. E agora definitivamente o tem, embora não seja exatamente um ponto negativo. A agressividade instrumental foi praticamente deixada ao léu, dando ênfase ao que já era a marca registrada da banda: a sonoridade psicodélica.

Ausência de agressividade essa que caracteriza esta quinta gravação da carreira da banda como a mais fácil de ser apreciada pelo público geral. “Octahedron” é composto por canções nas quais o violão acústico de Omar Rodríguez e a bela voz de Cedric são os pontos principais. As melodias vocais são o destaque, por exemplo, na excelente faixa “With Twilight As My Guide”, fazendo com que seja possível o título de “melhor do álbum”, já que possui todos os atributos indicados. Os leves efeitos de delay na guitarra e aparelhos eletrônicos cadenciados ao fundo são atributos secundários que conseguem deixar a atmosfera densa, à lá Pink Floyd dos anos 70, a exemplo da anti-penúltima canção, “Copernicus” e da de fechamento, “Luciforms”. A abertura da audição se dá com a inicialmente silenciosa “Since We’ve Been Wrong” e segue com “Teflon”, que possui um refrão que gruda facilmente na mente do ouvinte. “Cotopaxi” aparece como a única canção agressiva do álbum, onde as guitarras possuem riffs e dedilhados poderosos, e a bateria faz um trabalho frenético, lembrando um pouco da essência de seus álbuns anteriores.

Os cinquenta minutos mais calmos da carreira do The Mars Volta poderiam ter ofuscado levemente a história de uma das poucas bandas de rock progressivo que sustentam-se hodiernamente, mas provavelmente conseguirá atrair mais súditos e fará com que continuem a influenciar os jovens músicos de nossa soceidade, pois a alta qualidade das composições também é uma marca registrada da banda.

Para acessar o myspace da banda, clique AQUI.
Para fazer o download do álbum via torrent, clique AQUI.

Por Italo Lins

Advertisements

One thought on “The Mars Volta – Octahedron

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s