Zeitgeist – A Maior Estória Já Contada

Sinopse:

The greatest history ever told, então, baseia-se em uma outra interpretação acerca da imagem de Jesus Cristo, mencionando uma possível alternativa do mesmo ser uma farsa, já que, antigamente, vários messias possuíam as mesmas características. A função do vídeo é relacionar o culto ao sol, os signos, a questão numerológica dos doze discípulos, os nascimentos em 25 de dezembro, dentre vários outros fatos a “salvadores da humanidade” pré-existentes a Jesus Cristo, fazendo com que seja possível a interpretação dele como um mito.

Ou ainda além: que o mesmo seja uma figura relacionada a interesses de dominação social.

Crítica:

De fato, o documentário é extremamente interessante e consegue abrir novos horizontes à nossa reflexão. Com certeza meu intuito não é negar a existência de Jesus, já que, em minha opinião, mesmo que sua presença na Terra tenha sido uma invenção literária, isso pouco importa, pois, assim como o surgimento de Sócrates é duvidoso, nós devemos apenas absorver as mensagens filosóficas de cada pensador.

Posso concluir então, que o alvo não é Jesus nem suas lições, mas a própria igreja, que desde sua criação tem sido um inimigo da sociedade, alienando e matando inúmeros humanos, embora use a máscara de uma instituição de caridade e bondade – salvando-se raras exceções.

Por Italo Lins

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s