(31)

tumblr_ne7sedIvYe1rhlohjo1_1280

Lembrado? Jamais. Quero-me esquecido o quanto antes. Querem dar-me outra vida, para que precise ainda sobre-viver para morrer ainda outra vez? Incinerem-me o corpo e os textos e todos os objetos que toquei e tudo que risquei e qualquer coisa que marquei. Queimem-me junto com os livros e papeis em que meus gestos sobrevivem. Tudo são falhas. Não quero que nada sobreviva, ainda menos se menos autônomo, se mais dependente de outrem. Não quero que me discutam e ainda menos quando não estiver vagando para cuspir-lhes no rosto e rir. Esqueçam-me. Quero que todos os rastros que deixei tal qual larva sejam purificados com minha ida. Não existo para lhes satisfazer. Muito menos o farei quando deixar de existir.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s